Empreendedorismo

9 dicas de como aumentar a produtividade

como aumentar a produtividade

Fazer uma lista de atividades e cronometrar o tempo gasto em cada uma delas é apenas o primeiro passo para aumentar a produtividade.

Além dessa orientação, também tenho algumas sugestões para que você consiga ter máxima eficiência em seu cotidiano. Se as 24 horas não parecem ser suficientes, com essa mudança no comportamento será fácil conquistar os resultados desejados.

Quer saber como fazer? Então, venha ver quais são as minhas 9 dicas de como aumentar a produtividade e transforme sua vida!

1. Programe-se

É importante preparar suas atividades e não apenas deixar que elas ocorram conforme o que for apresentado durante o dia. Tenha objetivos a serem cumpridos e otimize sua gestão de produtividade.

A melhor maneira de fazer isso é montar uma lista com tudo aquilo que você já sabe que deve executar durante o período. Assim, recomendo tirar 5 minutos no começo das tarefas para organizar o que tem que ser feito.

Nesse momento, não é preciso se preocupar com a ordem. Basta escrever as obrigações e o prazo em que elas devem ser cumpridas. Se seu cotidiano não for tão previsível, inclua, ao menos, as tarefas que realiza com maior frequência.

2. Meça seu tempo

Saber quanto tempo você leva para terminar cada tarefa é essencial. Com essa informação fica mais fácil distribuir as obrigações entre os períodos da manhã ou da tarde. Também é um jeito de entender o que é viável para cada dia.

Para fazer essa medição recomendo utilizar um relógio para saber quanto tempo gasta com uma tarefa e avaliar as perdas que existem com procrastinação. Você também pode adotar aplicativos específicos e que aparecem em várias opções no celular.

O importante é medir, ao longo dos dias, o tempo que é necessário para cada tarefa. Quanto mais dados tiver, mais fácil é se planejar para aumentar a produtividade no trabalho.

3. Priorize

As atividades devem ser priorizadas conforme sua dificuldade e tempo para execução. Para isso, é preciso que você conheça exatamente os aspectos de cada uma delas.

No geral, é interessante refletir a respeito do prazo e, principalmente, do impacto que cada atividade terá no restante do seu dia. Imagine que você tem que realizar uma tarefa com prazo até a noite. Somente ao pensar nisso, ela poderia ficar para o final do período de trabalho, certo? Mas se várias outras coisas dependem dela, não dá para deixá-la para depois. Então, a priorização tem que considerar o impacto em todo o dia.

Além disso, não se esqueça de deixar espaço para algumas urgências e pendências que podem surgir ao longo das horas. Assim, você não corre o risco de ter que se reorganizar várias vezes.

4. Anote o que for importante

Não dependa e nem confie apenas na sua memória. Quando menos imaginar, pode ser que você precise de uma informação não tão recente e, sem que tenha tomado nota, vai ficar difícil ter bons insights. Anote tudo o que precisa ser feito.

Se não quiser recorrer à velha dupla de papel e caneta, indico as listas de tarefa online ou em aplicativos de produtividade. O importante é registrar, tintim por tintim, o que deve ser concluído a cada dia. É uma forma de não ser traído pela memória ou de deixar de fazer algo por esquecimento.

5. Use a tecnologia com moderação

Não perca mais tempo do que o necessário usando aplicativos se eles não forem ajudá-lo a aumentar a produtividade. Estabeleça momentos e períodos específicos para essas atividades e evite dispersar a atenção com tanta frequência.

Em especial, as redes sociais são as grandes vilãs quando se fala nisso. Dar aquela paradinha para checar as novidades pode ser fatal quando a ideia é aumentar a produtividade. Então, reduza o uso desses elementos somente ao que for necessário.

Caso não precise do celular em uma determinada tarefa, deixe-o longe. Se uma obrigação puder ser executada offline, fuja da internet. A única exceção, é claro, é para o uso de recursos que ajudam na execução das atividades, como os aplicativos de medir o tempo.

6. Evite interrupções

A concentração é um elemento muito importante para a produtividade. Quanto mais você conseguir focar em uma tarefa, melhor é o fluxo para terminá-la, certo? Por isso, a minha recomendação é que evite interrupções se quiser aumentar a produtividade.

Avise aos colegas de trabalho que está cumprindo tarefas e que não pode interrompê-las durante determinado período. A menos que seja algo urgente, resista à tentação de se engajar em conversas ou outras atividades antes de concluir suas tarefas.

Além disso, é fundamental tomar cuidado com outros meios de contato, como ligações e e-mails. Evite conferir as mensagens a todo instante e não as responda de maneira imediata — a menos, é claro, que sejam mais importantes do que sua tarefa atual.

7. Faça pausas de descanso

Eu sei que parece meio contraditório falar em evitar interrupções e, então, comentar sobre os intervalos. Mas sabia que trabalhar sem parar não é a melhor escolha se você quiser ser produtivo? Pois é, eu descobri que isso tem embasamento científico!

Uma pesquisa da Universidade de Illinois mostrou que os participantes que fizeram pequenas pausas a cada 50 minutos mantiveram o desempenho nas tarefas. Em compensação, quem ficou atrelado ao trabalho por longos períodos viu a performance ser muito prejudicada.

Para as atividades que envolvem criatividade, as pausas também são benéficas. Após andar por 5 minutos ou mudar de cenário, torna-se mais simples encontrar saídas específicas. Então, os momentos de descanso são muito bem-vindos.

Não estou dizendo para você trabalhar por 30 minutos e ficar outros 30 sem agir. Porém, é importante deixar o cérebro descansar um pouco, para melhorar seu desempenho. Inclusive, manter essas pausas é uma ótima forma de dar aquela conferida nas redes sociais ou responder e-mails. Assim, você não sentirá a necessidade de procrastinar enquanto estiver cumprindo a tarefa específica.

8. Faça um balanço

Quando conseguir controlar melhor suas atividades, avalie as que duram mais do que o necessário e aquelas que poderiam consumir um tempo maior de dedicação. E programe-se para o dia seguinte. Além disso, é muito importante que você fique atento aos indicadores de produtividade.

Quanto mais conhecer seu comportamento, mais fácil é ajustar a programação. Não deixe de identificar suas maiores distrações. A partir dessas informações, faça um balanço das atividades para obter efeitos cada vez melhores.

9. Estude sobre o assunto

Para aumentar a produtividade, é preciso treinar e estimular sua energia. A prática leva à perfeição, mas somente ela não basta. Todas essas dicas são muito úteis, contudo, se você quiser levar o desempenho a um novo resultado, é importante estudar o tema.

Não abra mão de sempre pesquisar novos métodos, soluções e orientações para conseguir ser mais produtivo. Afinal, novas descobertas são feitas frequentemente e é possível se beneficiar delas.

Também é com o estudo que terá todas as ferramentas para encontrar o que funciona para você. Então, sugiro fazer um bom curso sobre o tema que tenha o necessário para facilitar seu crescimento.

Não sei você, mas algumas coisas aqui me pegaram de jeito. Depois de colocar essas orientações em prática, você conseguirá aumentar a produtividade e chegar à performance que sempre sonhou.

Esse conteúdo te ajudou a evoluir? Você vai gostar dos outros assuntos relacionados a esse aqui no Blog Cristina Boner. Se quer aprender mais sobre empreendedorismo, gestão e tecnologia, faça parte da nossa lista. Basta assinar a news!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *